Adicionado por em 2014-12-29

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

CELSOpor Celso Machado

Nem sempre a força do pensamento positivo é capaz de conseguir o que desejamos. Mas que é um poderoso instrumento não tenho a menor dúvida. Como também não tenho um pingo de dúvida de que a o pensamento negativo, desses que leva a pessoa a torcer pelo pior, funciona mesmo.
Aprendi isso bem cedo, o que influenciou meu comportamento. Além de ser um otimista por convicção, detesto conviver com pessoas derrotistas.

Penso que muitas pessoas que vivem mal, seja pelo fato que não acreditam que são capazes, que são azaradas, perseguidas, que tudo de ruim acontece só com elas. Isso acaba gerando um baixo astral e o pior, uma desculpa para justificar suas frustrações.

Lembro sempre da história do homem simples que vendia laranjas na beira da estrada apregoando suas qualidades. E que ia muito bem com seu negócio, até ser informado pelo filho que morava na cidade e era estudado que vinham tempos difíceis pela frente. O homem então diminui a quantidade de laranjas que levava para vender, não fez mais propaganda e o negócio realmente piorou.

Lógico que temos que estar preparados para os desafios e as dificuldades. Mas podemos fazer isso avaliando a melhor forma para enfrentarmos a realidade. E sempre tirando aprendizado de tudo que passamos. Não confundindo otimismo com facilidade, com acomodação. Esperança com esperar.

Por uma série de razões bastante consistentes, o ano de 2015 se apresenta como difícil. Vamos ter problemas enormes na economia nacional pelos equívocos de uma gestão incompetente e retrograda de nossos principais governantes. A corrupção endêmica que parece não ter fim se alastra como veneno, desviando recursos e causando estragos que geram consequências terríveis.
Lá fora, a situação também não é das melhores, o que acaba complicando ainda mais o cenário.
Diante desses quadros, temos que ser realistas e olharmos 2015 com muito cuidado. Ele tem boas chances de ser um ano muito complicado mesmo.

Mas nem por isso podemos aceitar passivamente o prognóstico negativo e com isso perdermos as oportunidades que virão. Em qualquer tempo, sempre é possível crescer e obter sucesso. A questão está entre ficar parado ou sair vendendo laranjas. Chorar ou vender lenços.
A melhor forma que conhece não é nova mas funciona: criatividade e trabalho. E é claro otimismo. Para ter disposição e para estimular quem está conosco a vencer os desafios.

Acredito piamente que viver é um presente. E que por isso temos que fazer de cada Ano-Novo o melhor em nossas vidas. Então, neste último encontro de 2014, ficamos assim: se ficarmos esperando que o próximo ano será ruim, ele será mesmo. Mas se não ficarmos parados e agirmos para fazer um 2015 bom, ele poderá até ser difícil, mas ruim nunca.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe um Comentário