Adicionado por em 2016-08-13

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

 

fotolia_3875325_XSPor Celso Machado

Tenho um amigo bastante especial que está completando 60 anos. Um marco na sua vida tão cheia de marcas.

Marcas das conquistas, do crescimento, evolução pessoal e profissional. Do merecido prestígio, do respeito e reconhecimento que tem conseguido.

Mas também de tantas marcas menos suaves. Das perdas, dos sofrimentos, das incompreensões e dificuldades de todos os tipos que teve e passou. E que ainda surgem sem ele esperar. Sem desejar nem procurar.

Ele chega aos sessenta bem. Com disposição, energia, coragem e determinação para continuar suas incessantes batalhas. No seu campo de atividade e em todos os demais onde participa.

Agitado e inquieto tem muito mais afinidade com o papel de protagonista, mesmo que seja o de coadjuvante anônimo, do que o de simples espectador.

Tem ideias próprias e abrangentes. E está sempre brigando por elas.

Escudeiro leal nunca escolheu batalhas e nelas nunca se escondeu nas fileiras de trás. Pelo contrário fez questão de estar à frente onde os entraves sempre tem proporções mais intensas.

Viveu um período da carreira em que foi exigido à exaustão, tendo que implementar decisões duras, mas necessárias. Isso lhe custou um preço que não foi barato por parte daqueles que foram afetados por elas.

Quem convive mais próximo a ele conhece um lado que nem todos percebem, o da sua solidariedade e compaixão.

E outro que até pode parecer contraditório por sua franqueza, mas que revela muito da sua versatilidade, o de atuar como conciliador nos grandes entreveros. Consegue conduzir divergências reduzindo atritos e estabelecendo harmonia onde parece impossível de ser implantada.

Está sempre disposto e disponível para um conselho, orientação, encaminhamento de carreira. Para ser útil e contribuir naquilo que puder ajudar.

Esquece ou relega essa dedicação consigo mesmo. Com seus dilemas, seus anseios, seus sonhos.

De vida intensa, tem curiosidade e vontade de aprender insaciáveis. Em todos os campos, em todas as áreas.

Lê demais, estuda mais ainda. Onde vai procura aprender sobre tudo. Com todos. Curioso e inquieto.

Descobriu talentos, promoveu pessoas, desenvolveu carreiras, reconduziu profissionais. Faz muito para muitos.

Está sempre tão agitado, em movimento, que preocupa quando fica mais introvertido, reservado.

Ama a família, adora os amigos, é apaixonado pelo trabalho. Gosta da vida e de viver. E tem justificados motivos para isso.

Chega aos 60 anos maduro, mas jovem. O que é mais um paradoxo dentre tantos que marcam sua existência.

Pode, deve e ainda tem muito que fazer. Sua jornada reserva, com toda certeza, estimulantes desafios pela frente.

Poderia ser mais generoso e menos rígido consigo. Relaxar sem achar que isso seja parar. Estar mais ao lado do que à frente. Empurrar ao invés de puxar. Delegar sem delargar.   Assumir o comando do seu próprio destino. Olhar o futuro, rever o passado e desfrutar do presente com serenidade. Com tranquilidade.

Gostar e cuidar melhor dele. Em todos os sentidos. Para o seu bem e de todos que lhe querem bem. Que são muitos e vão aumentar.

Abrir para outras amizades, percorrer caminhos novos.

É quem é, está onde chegou e vai continuar sendo tudo que hoje representa porque ralou demais. Não pediu emprestado, nem ficou devendo, pagou tudo com seu próprio suor. Não tem que provar mais nada porque é personagem importante de belas histórias. Que escreveu, participou e presenciou.

Faz todo sentido ser reconhecido e valorizado. Principalmente por ele.

Esse meu amigo já fez muito mais por mim do que eu por ele. E nunca me cobrou isso, até porque não percebe a importância que tem para tantas pessoas. Tento recompensar sendo grato e reconhecido. Desejando que seja feliz. De bem com a vida. Torcendo para que esta seja a marca maior de sua jornada a partir dos sessenta.

 

 

 

 

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe um Comentário