Adicionado por em 2016-03-15

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

15194405_h3ZI2Por Celso Machado

Evidente que todo distúrbio preocupa como consequência natural do desequilíbrio que provoca. Por alguma razão que desconheço a origem, casos de depressão me tocam com maior intensidade. Leigo no assunto e sem sentir atratividade para conhecê-lo melhor penso que suas causas estejam ligadas a desilusão, falta de esperança, pessimismo, tristeza reduzindo na pessoa a motivação de viver com alegria, entusiasmo, empolgação.

Como se entra nesse quadro e como se sai dele deve ter diferentes formas. Sei apenas que diante de um quadro assim, todo aquele que tem sensibilidade acaba também se sentindo um pouco deprimido pela pequena ajuda que pode prestar. Ainda bem que é possível recorrer a profissionais especializados que podem reverter esse quadro.

A razão deste comentário é pelo sentimento de que os sinais da depressão provavelmente podem ser percebidos pelos olhares atentos dos mais próximos. Me parece que este é o quadro que estamos vivendo atualmente no Brasil. A sensação é que o país está entrando numa fase de depressão. Nos mais diferentes ambientes, em todas as rodas, os comentários são predominantemente desanimadores. Isto reflete no comportamento das pessoas e é muito visível na qualidade da prestação de serviços.

Quando você entra num estabelecimento, pode ser do ramo que for, dificilmente será bem servido. Parece que as pessoas não estão agindo por vontade, mas simplesmente por obrigação. O desanimo cresce e as iniciativas diminuem. Parece que a energia do Brasil está sendo sugada e não se tem perspectiva de sua reposição. Porque falta um ingrediente fundamental para que o país se recupere, confiança. Nossos principais dirigentes perderam a credibilidade. E sem ela nada pode ser feito.

Todos os dias quando acessamos o noticiário já se tornou rotina buscar um novo escândalo. A palavra crise predomina e os exemplos se repetem. É raro, mas muito raro, alguma notícia do ponto de vista econômico que seja positiva. E quando ela acontece está associada a queda de quem deveria e poderia reverter esse quadro.

Os sinais da depressão coletiva parecem evidentes. E na falta de líderes confiáveis para superá-la, cabe a todos nós, cidadãos do bem, reagirmos por conta própria.

O Brasil deve e precisa ser maior não apenas que o mosquito da zika, como apregoa a propaganda do governo, mas muito mais forte para acabar com a praga dos políticos desonestos que nos assola atualmente.

Publicado originalmente no Jornal Correio, de 12 de março de 2016.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe um Comentário