Adicionado por em 2015-12-28

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

foto1por Celso Machado

Tudo está em mudança a todo momento. Quando não somos nós, a vida é quem muda. Isso é absolutamente normal e rotineiro.

Agora, por exemplo, está mudando a relação da Algar comigo. Mas não muda o essencial, a história e o respeito recíprocos.

Costureiro como sempre fui, não deixo as coisas me mudarem, mudo do meu jeito. Mudo, mas continuo o mesmo. O mesmo comedor de pastéis, bebedor de Itaipava, peladeiro irreverente.

Irritantemente displicente, relaxado. Brega. Mas alegre.

Simples assim. Simplesmente Celso.

Poeta, engenheiro de histórias, contador e ouvidor de causos. Que fala por parábolas. Que adora prosear com gente simples da mesma forma com que conversa com pessoas famosas.

Muito agradecido por ser o que é hoje. De ser um ex que nunca foi.

Que tem muito mais do que imaginou um dia, em vários aspectos. E, muito importante, dono de uma fortuna incalculável em histórias boas.

Graças principalmente à família Garcia, que, desde menino, me apoiou, incentivou, confiou e promoveu.

Nesses momentos, sou muito agradecido ao meu pai, cujo relacionamento amigo e fraterno com o sr. Alexandrino abriu as portas para mim e todos da minha família para terem acesso a oportunidades de trabalho.

Sou grato também a todos e tantos amigos da Algar. Onde aprendi e aprendo por osmose.

Não considero minha formação acadêmica, porque não está relacionada com minhas atividades. Sou formado na vida. Não nessas escolas que dão nota, mas nessa universidade extraordinária que dá conhecimento, vivência, experiência, que é a Algar.

Entrei lá quando tinha apenas 17 anos, em 1968. Comecei como auxiliar de escritório, depois estive superintendente da ABC Propaganda, diretor de comunicação da holding e, mais recentemente, diretor de cultura corporativa.

Agora volto a estar o que nunca deixei de ser e sempre fui: eu mesmo.

Como é tranquilo viver este momento imaginando que ele seria como está sendo. Suave, carinhoso, amigo e amistoso. Que bom ver nossos gestos coincidirem com nossos pensamentos. Sentir que a cada dia estou mais parecido comigo!

Tocado no sentido emocional? Talvez sim. Mas, quando a gente é tocado, a gente toca em frente.

Vou dedicar mais aos meus projetos na área de conteúdo, provavelmente criando novos e trabalhando para outras empresas, como tenho feito com o COT.

Mas tem uma coisa: não quero aumentar nem minha jornada, nem minha carga de trabalho. Tenho uma esposa, família e amigos maravilhosos cuja convivência é que completa o propósito da minha vida.

Para os amigos que fiz na Algar, minha gratidão hoje e sempre! Tenho certeza de que vamos estar juntos em muitas outras jornadas.

O que muda com esta mudança depois de tanto tempo juntos, Algar e eu?

Muda muito. Sai o CPF, entra o CGC. Muda o cartão de visita. Muda o endereço eletrônico. Mas, no fundo, não muda nada.

Vou continuar sendo o Celso da Algar e, pra mim, a Algar vai continuar sendo sempre do Celso.

Porque as coisas que nascem do coração, autênticas, verdadeiras, essas nunca tem rescisão.

PUBLICADO NO CORREIO DE UBERLÂNDIA EM 26 DE DEZEMBRO DE 2015.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe um Comentário